Translate

domingo, 6 de março de 2016

AUTORIDADE

Na Terra, damos valor aos cargos, as posições, sem considerar as responsabilidades.

A autoridade é de muita responsabilidade.

"A autoridade, da mesma maneira que a fortuna, é uma delegação, de que pedirão contas a quem dela foi investido...

O depósito da autoridade, de qualquer extensão que esta seja, desde a do senhor sobre o escravo, até a do soberano sobre seu povo, não deve esquivar-se à responsabilidade de um encarregado de almas, pois responderá pela boa ou má orientações que der aos seus subordinados, e as faltas que esses puderem cometer, os vícios a que forem arrastados em consequência dessa orientação ou dos maus exemplos recebidos, recairão sobre eles..."

Assim é importante que o homem na Terra, em qualquer posição que ocupe, mesmo que seja um dirigente de trabalho espiritual num centro espírita, lembre-se de que lhe cabe conduzir almas, encaminhá-la para Deus.

Isto vale até para os pais.

E nós, Espíritos ainda em aprendizado do amor, como conduziremos outras almas se não for com a  ajuda daquele que se fez o supremo amor aos nossos olhos - Jesus?

Como conduzir almas para Deus, para o encontro de si mesmas, se nós ainda caminhamos para esse encontro?

Sem Jesus, estudo, prece e vontade, humildade de saber onde e quando devemos recorrer ao Cristo, responsabilidade com  as palavras e os exemplos, não é possível lograr realizar a tarefa.

Vale também para a autoridade do tutor para com o animal, em qualquer situação em que se encontre, porque o animal também é uma alma a nós confiada no aprendizado do amor.

"Em todos os setores da criação, Deus, nosso Pai, colocou os superiores e os inferiores para o trabalho da evolução, através da colaboração e do amor, da administração e da obediência."
 André Luiz - Missionário da Luz cap 4

"Não olvideis jamais que o Espírito, qualquer que seja o grau de adiantamento, sua situação como reencarnado ou na erraticidade, está sempre colocado entre um superior que o guia e aperfeiçoa e um inferior perante o qual tem deveres iguais a cumprir... Sede afáveis e benevolentes para todos os que vos são inferiores; sede-o mesmo para com os mais ínfimos seres de Criação, e tereis obedecido à lei de Deus." - São Vicente de Paulo
L.E. questão 888a
Extraído do Livro O Evangelhos dos Animais pag 199 - Sandra Denise/ Equipe Espiritual da Asseama

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf