Translate

sexta-feira, 27 de março de 2015

O Sentido do Belo e do Bem

"Aquele que não ama não conhece a Deus".I João 4:8

A angústia é um processo de negação do sentimento, uma inversão de valores da alma, um esforço para eliminar o sentimento de dentro do ser. 

Sentir é o mesmo que amar, pois que o sentimento é amor. O ódio, a ira, a inveja, o ciúme são a negação do amor. Também a tristeza e a melancolia são uma rejeição à alegria, verdadeira natureza do ser. São máscaras que tentam encobrir a felicidade.

Todo sofrimento humano, as neuroses e psicoses consistem em querer construir o que não existe, tornando realidade a fantasia, ou em querer aquilo que é irreal. Nesse estado lastimável, o indivíduo tenta negar as coisas boas, tornando-as dolorosas e difíceis.

A cessação do sofrimento se dará quando for aceita a verdade, o bem e o belo. É preciso despertar o sentimento da beleza, as noções da verdade e do bem, única maneira de varrer o estado de angústia de dentro do homem.

No despertamento da consciência do bem e do belo, o homem retorna às ódio, resgatando a simplicidade que o fará feliz.

O processo de angústia revela o grau de escravidão em que o homem vive. Portanto, libertar-se da angústia é alcançar a liberdade intima, sem manter-se preso às opiniões, pretensões e ideias ultrapassadas.

A felicidade é real, e é possível construí-la, começando aqui e agora.


Extraído do livro Serenidade - Robson Pinheiro - espírito Alex Zarthú 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf