Translate

quarta-feira, 25 de março de 2015

Conquistas

"Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder sua vida
Dá por minha causa, achá-la-á." Mt  10:39

É natural que o homem tenha pendores para as coisas da matéria. Até certo ponto, é compreensível o seu desejo de progredir, a busca de recursos materiais e a satisfação que encontra na realização pessoal.

Entretanto, o homem não é só matéria, embora esteja temporariamente ligado ao pesado mundo das formas e aparências. A sua busca por satisfação é muitas vezes apenas material e limita-se à visão ilusória do mundo.

Como tudo que se vê no mundo material não tem a realidade que os sentidos percebem, a sua busca desesperada é apenas um desgaste de energia desnecessário. Encontra-se o ser em ligação temporária com a forma, a matéria é densa e os aspectos decorrentes dessa situação. Mas é transitória é passageira essa realidade. Só se possui aquilo que se conquista. E as conquistas verdadeiras e permanentes são aquelas do espírito.

Toda vez que o objetivo da vida é concentrado nas questões materiais, perde-se de vista a realidade espiritual.

Quando as questões espirituais são enfocadas tentando-se fugir das relações pessoais que a experiência no mundo oferece, cai-se no misticismo.

O ponto de equilíbrio deve ser procurado. O homem precisa crescer , progredir e contribuir para o progresso do mundo. Mas que esse impulso para o progresso não distancie da vida espiritual. Seus valores íntimos, sua vida moral e suas conquistas espirituais devem perfumar a sua existência no mundo das formas.

Lembre-se, portanto, o homem de que é filho das estrelas e, embora conserve os pés temporariamente nas ruas da Terra, poderá alçar voos inimagináveis.


Extraído do livro Serenidade - Robson Pinheiro -espírito - Alex Zarthú 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf