Translate

sábado, 5 de janeiro de 2013

Codificação do Espiritismo

São os livros que fazem a base  da Doutrina Espírita. Foram todos organizados por Allan Kardec, através das respostas dadas pelo Espírito da Verdade.
Neles encontramos todo um mundo de informações preciosas para nossa evolução enquanto Espíritos.

O Livro dos Espíritos de 1861;
O Evangelho Segundo o Espiritismo de 1863;
O Céu e o Inferno de 1865;
A Gênese de 1868.

Sendo assim livros tão antigos, são cada vez mais atuais. Em todo seu conteúdo encontramos direcionamento surpreendentes para nossa vida.
Em o L.E. encontramos as respostas todas as dúvidas no que se refere a todos os aspectos da vida. É uma profunda reflexão filosófica que abrange o passado da humanidade e do Espírito, o presente e o futuro.
O Livro dos Espíritos traz, em verdade, os seguintes ensinamentos:
- a criação do Espírito, tanto no que tange à vida de encarnado, neste e em outros planetas, quanto à vida espiritual, incluindo os sonhos e vida do Espírito durante o sono físico;
- a relação entre os homens encarnados e os Espíritos;
- os diversos reinos da natureza e a relação entre animais e homens;
- as Leis Divinas que regem o universo;
- o futuro do Espírito de acordo com a vida que viveu na Terra, discutindo penas e gozos futuros.
Allan Kardec desdobra o L.E. em 4 livros.
O Livro dos Médiuns, que fala da relação entre espíritos encarnados e desencarnados, tratando-se de profunda ciência, é o primeiro compêndio sobre mediunidade, o primeiro livro que se propôs a ver o fenômeno mediúnico como uma ciência, um caminho de luz para a humanidade, abandonando o misticismo e adentrando os caminhos da lógica.
O Evangelho Segundo O Espiritismo, que trata das Leis Divinas, da moral propriamente dita. Aliás, este é um aspecto a parte sobre a Codificação.
Ao estudar a Bíblia, mais especificamente  o Novo Testamento, vemos ali um relato da vida de Jesus, desde o nascimento até a morte, sob aspectos históricos e sociais, bem como a moral.
Kardec separou as partes morais da Bíblia, que é a que nos interessa realmente para vivenciar o caminho da paz para nós mesmos.
Ele saiu do aspecto cronológico e colocou os ensinamentos numa ordem lógica, com começo, meio e fim. Por entender a dificuldade de compreendermos os versículos bíblicos, devido ao tempo que se passou e o linguajar da época, ele os trouxe com explicações de diversos Espíritos iluminados, de forma que o Evangelho tomasse aspecto claro e pungente, a conduzir-nos pela lógica e pelo amor, permitindo, assim, entendimento a todas as classes sociais e para qualquer cultura. Ele é um desdobramento das Leis Morais contidas também em o Livro dos Espíritos.
O Céu e o Inferno, livro imprecionante, desdobra a parte de o Livro dos Espíritos que fala de gozos e penas futuras. Trata da questão do céu e o inferno sobre outro prisma, trazendo relatos de Espíritos desencarnados que contam como se sentiram após o desencarne e onde se encontram. O mais interessante é que fica claro que céu e inferno são, em verdade, estados de alma.
Vivemos intimamente no céu quando aprendemos a viver segundo as Leis Divinas e a despertar o amor que todos trazemos ínsito dentro de nós, vivendo o Evangelho do Cristo.
Mas, ao seguirmos direção contrária, vivemos no íntimo o inferno da consciência que nos cobra, em tormenta.
Com as muitas reencarnações, ou seja, com a pluralidade das existências, não há erro que não possa ser corrigido, nem oportunidade que não nos seja dada para reconstruir-mos nossa esperança e fé.
O livro A Gênese, o verdadeiro aspecto científico: discute Deus, a Criação Divina, a formação da Terra, os períodos da formação da Terra, e os milagres e predições do Cristo.

Temos na Codificação, portanto, todo um tratado filosófico com o L.E., científico co mos L.M. e a A Gênese; religioso com os E.S.E; O Céu e o Inferno.

A DOUTRINA ESPÍRITA É: Ciência; filosofia e religião



Magnífica Doutrina que nos faz reviver a era Cristã.
Iluminada Doutrina Espírita que nos faz ouvir novamente o Cristo de Deus, que retona os caminhos perdidos e desviados da humanidade e que nos liga ao amor.
Abençoada Doutrina, que nos faz sentir novamente a luz da caridade, da esperança, nos ensina a fé raciocinada, nos permite entender a evolução, nos faz compreender a liberdade enquanto Espíritos.
Santo Deus, quão belo é ouvirmos em pureza a luz das esferas superiores através da poesia do Livro dos Espíritos, conhecendo os mistérios da criação através da iluminada Gênese, compreendermos a magnitude da mediunidade e sua verdadeira razão de existir através do Livro dos médiuns, modificarmos nossas atitudes em vida ao ouvirmos os relatos de Espíritos desencarnados em o Céu e o Inferno e vermos, em plenitude, a presença do Cristo, sentindo o rabi da Galiléia, ouvindo a voz de Jesus, através do Evangelho Segundo o Espiritismo.


Extraído  pág. 96/101/157 do livro O Evangelho dos Animais  por Sandra Denise Calado (médium) / Asseama
Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf