Translate

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A ASCENDÊNCIA DO EVANGELHO



Nenhuma expressão fornece imagem mais justa do poder dAquele a quem todos os espíritos da Terra rendem culto do que a de João, no seu Evangelho – “ No princípio era o Verbo...”

Jesus cuja perfeição se perde na noite imperscrutável das eras, personificando a sabedoria e o amor, tem orientado todo o desenvolvimento da Humanidade terrena, enviando os seus iluminados mensageiros, em todos os tempos , aos agrupamentos humanos e, assim como presidiu à formação do orbe, dirigindo, como Divino inspirador, a quantos colaboraram na tarefa da elaboração geológica do planeta e da disseminação da vida em todos os laboratórios da Natureza, desde que o homem conquistou a racionalidade, vem-lhe fornecendo a ideia da sua divina origem, o tesouro das concepções de Deus e da imoralidade do espírito, revelando-lhe, em cada época, aquilo que a sua compreensão pode abranger.
(conforme a evolução, o véu vai sendo tirado)

Em tempos remotos, quando os homens, fisicamente, pouco dessemelhavam dos antropopítecos, suas manifestações de religiosidade eram as mais bizarras, até que, transcorridos os anos, no labirinto dos séculos, vieram entre as populações do orbe os primeiros organizadores do pensamento religioso que, de acordo com a mentalidade geral, não conseguiram escapar das concepções de ferocidade que caracterizavam aqueles seres egressos do egoísmo animalesco da irracionalidade. Começaram aí os primeiros sacrifícios de sangre aos ídolos de cada facção, crueldade mais longínquas que as praticadas nos  tempos de Baal, das quais  tendes notícia pela História.   
  
Livro Emmanuel – Francisco Cândido Xavier cap II                                    


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf