Translate

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Vícios e delitos - LEI DO PROGRESSO


Condicionamentos passados fortemente fixados nos tecidos sutis do
espírito ressurgem como incontidas impulsões, que se transformam em
vigorosos senhores dos que lhes padecem a injunção.
Procedentes do pretérito espiritual, fazem-se dilaceração da alma desde
cedo, quando o processo da reencarnação se consuma...
Constituem imperiosos tormentos que aparecem reiteradamente, dominam
e destroem os seus êmulos.
Formam as paisagens lôbregas do mundo moral da criatura humana.
*
Tomam corpo em decorrência dos maus hábitos, estimulados pela
insensatez, cultivados pela permissividade social.
Assumem aspeto inocente e se incorporam à personalidade, tornando-se
uma segunda natureza que absorve os recursos superiores da vida,
culminando por seviciar e vencer os que derrapam na sua inditosa direção.
*
Defluem de inspirações perniciosas de mentes desencarnadas, em
processo insinuante de obsessão simples, que se converte em subjugação
selvagem, mediante a qual os cômpares se sustentam e se extremunham,
infelicitando-se reciprocamente em doloroso processo de longo curso em que
se interdependem, amargurados.
*
Possuem uma gênese e uma gama diversa e complexa.
Todos decorrem do espírito dúbio e procedem da fraqueza interior dos que
se acumpliciam em consórcio de dependência inditosa.
Florescem, pestilenciais, na alma, na mente e no corpo.
São paixões dissolventes que envenenam com tenacidade, em
programática segura.
*
Seja sob qual aparência os descubras em ti, não lhes dês trégua.
A mentira inocente estimulada transforma-se, um dia, numa calúnia bem
urdida.
Uma taça de licor singela, repetida, faz-se veículo de alcoolofilia
martirizante.
Um delíquio moral momentâneo, aceito com naturalidade, abre as portas
da dignidade à corrupção.
*
Sê severo nos teus compromissos morais, nas tuas relações sociais,
impondo-te elevação e austeridade.
Um descuido, uma concessão e se estabelecem os vínculos inditosos.
Morigeração e cuidado deves manter, mesmo que os outros se favoreçam
com maior soma de liberdade, a fim de preservar-te das artimanhas dos vícios
e delitos que trazes do ontem, que podes adquirir hoje e que estão fáceis por
toda parte...
 impondo-te elevação e austeridade. 
Um descuido, uma concessão e se estabelecem os vínculos inditosos.
Morigeração e cuidado deves manter, mesmo que os outros se favoreçam
com maior soma de liberdade, a fim de preservar-te das artimanhas dos vícios
e delitos que trazes do ontem, que podes adquirir hoje e que estão fáceis por
toda parte...
*
Sublimes realizações, tarefas nobilitantes que suportaram graves
investidas do mal, homens e mulheres resolutos que se ofereceram ao bem e
ao dever, tombaram, inermes, ante os vapores dos vícios sociais e delitos
morais aparentemente ingênuos, que terminaram por vencer as decisões
robustas em que fraquejaram...
Vigia e perscruta teus sentimentos.
Se descobrires tendências e inclinações não adies o combate, nem te
concedas pieguismo.
Luta e vence-os de uma vez, arrebentando os elos mantenedores da
viciação e dos delitos, a fim de lograres o êxito que persegues, anelas e
necessitas. 
 
Joanna de Ângelis 
Livro Leis Morais da Vida cap 40
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf