Translate

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

TRABALHO DE ÚLTIMA HORA


A pretexto de cansaço ou necessidade urgente de repouso, não
postergues a ensancha abençoada do trabalho que agora te chega, na Vinha
do Senhor. 
 
O trabalho do bem não apenas engendra o progresso, mas estatui a paz. 
 
Dínamo gerador do desenvolvimento e estímulo da ordem, o trabalho é
manifestação de sabedoria, desde que o esforço encetado se dirija à execução superior. 
 
Sejam quais forem as circunstâncias, reverencia o trabalho como meio e
meta para a harmonia íntima e o equilíbrio externo. 
 
Enquanto trabalhas, olvidas problemas e superas limitações, consubstancializas ideais e incrementas a felicidade. Em retribuição, a
atividade ordeira te proporciona esperanças, modificando as paisagens por
mais complexas e pressagas se te apresentem.
*
Convidado à Seara do Senhor não examines dificuldades nem recalcitres
ante as necessidades urgentes com que depares.
 
Mediante a operação socorrista na lavoura dos corações, lograrás
vantajosas conquistas contra os contumazes verdugos do espírito: egoísmo,
paixão, ódio que dormem ou que se agitam nos dédalos da vida mental.
 
Quase sempre ajudas com a esperança de imediata retribuição e reages
porque não recebes em seguida... 
 
Consideras as circunstâncias em que os outros atuam e conferes
resultados, arbitrando com a visão distorcida do que supões merecer. 
 
A honra do trabalhador, no entanto, se exterioriza pela satisfação do
labor executado.
*
O serviço de Deus é comum para todos, facultando operações incessantes com que se pode desenvolver a felicidade na Terra.
 
Pouco importa a hora que se haja compreendido a significação do divino
chamado. 
 
Assim, não te deixes perturbar ante os que estão à frente, nem lamentes
os que seguem à retaguarda. 
 
Importa-te em proceder com dedicação desde hoje, aqui e agora. 
 
Descobre uma dentre as mil maneiras de atuar edificando e serve,
atendendo o chamado do Senhor, que prossegue aguardando os que desejam trabalhar na Sua vinha. 
 
Nenhum olhar para trás, nenhuma medida de distância à frente. 
 
Os últimos chamados, qual o que ocorre contigo, receberão a
recompensa prometida, não obstante o pouco tempo de que disponham para
trabalhar com Jesus e por Jesus. 
 
Leis Morais da Vida - Joanna de Ângelis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf