Translate

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Filhos de Deus



“Como também está escrito no salmo segundo: “Meu filho és tu, hoje te gerei.” Atos dos Apóstolos 13:33

 

O homem prossegue a sua marcha evolutiva rumo ao porto muitas vezes ignorado da perfeição.

Diante de si, o futuro desdobra-se, refulgindo pelas realizações sublimes. Embora o passado de ignorância, em que assumiu posturas equivocadas, abre-se um caminho luminoso no porvir.

Com o desenvolvimento da teologia, dos meios de comunicação e da ciência de forma geral, os sentidos humanos se encontram ocupados em digerir as informações, que vêm velozes e que passam igualmente, em meio às novidades do dia seguinte.

O verniz da cultura substitui pouco a pouco as aquisições íntimas que formam os valores. A educação oferecida nas escolas toma o lugar das virtudes, da sensibilidade da alma. Usam-se então as máscaras da personalidade, que impedem o desenvolvimento da visão interior.

O homem se esquece, aos poucos, da divina progenitura. Sua origem e sua condição de filho de Deus são muitas vezes ofuscadas pela velocidade das conquistas materiais.

Ó homens, nossos irmãos! Sois chamados a despertar o divino que eleva a vossa humanidade. Sois conclamados a conscientizar-vos de vossa condição de filhos de Deus. Sóis príncipes de um reino que transcende os limites dos vossos sentidos.

A necessidade do momento é de reeducar os sentimentos, a fim de que iluminem a razão. Dessa forma, poder-se-á perceber melhor a condição íntima de filho de Deus.

Entretanto, não basta saber. É urgente a conscientização dessa realidade.

É preciso que o homem aprenda a andar no mundo, viver no mundo e trabalhar pelo progresso do mundo com a dignidade de um filho de Deus.

O ser, cuja origem remonta ao amor que gerou todas as coisas, no passado que se perde na eternidade, deve despertar a chama divina que arde em seu interior.

Sois luzes eternas. Conscientizai-vos disso e assumi a vossa condição de filhos, de herdeiros da grande família universal.

Livro Serenidade – Robson Pinheiro pelo espírito de Alex Zarthú

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf