Translate

domingo, 12 de julho de 2015

Aura humana

O Espírito é Luminoso.

Sua luz depende da maior ou menor intensidade com que ele participa da vida da criatura. Seu metabolismo emite uma energia  diferente da física ou paralela a ela. Essa energia desprendida em partículas que emanam em torno do campo de ação do Espírito, que é o corpo, mais intensamente em umas partes e menos em outras, conforme a atividade do momento (em volta dele há entes que também emitem luz) – é a aura espiritual dos seres. A emissão de luz, sua intensidade e a freqüência vão depender da qualidade do Espírito. Há os que pouca energia irradiam; há os que emitem monotonamente a mesma espécie ou forma de energia; há os parcimoniosos, que guardam para si a melhor força para as transferirem no sentido físico etc.

Entretanto, há os que, em determinadas ocasiões, emitem rajadas violentas de energia e os que a emitem abundante, mas em freqüência regular, sem violência. Essa emissão de energia forma a chamada "aura emotiva ou psíquica" que caracteriza os sentimentos do indivíduo. Como cada freqüência corresponde à manifestação de uma cor, a aura toma a cor que se relaciona com o que o Espírito está sentindo ou pensando.

A aura espiritual só é influenciável por agentes externos que sejam também luz espiritual, ou esteja sendo produzida por elementos espirituais. Quando se encontram duas auras resplandescentes, digamos de cor azul, essa cor é reforçada e aumentada muitas vezes de intensidade, uma cor que representa a caridade, como a rosa, este (rosa) ficará mais escuro e a luz que fará brilhar as partículas que se chocarem serão vermelha, a não ser que a energia emitida pelo rosa seja tanta que elimine a intensidade da emissão vermelha. Se a aura chocar-se com várias auras ao mesmo tempo azuis, amarelas, lilases, etc., veremos nesse encontro miríades de meteoros formando-se desaparecendo logo, cada qual de uma tonalidade, conforme a energia de que cada partícula estiver carregada. 

Luiz Sérgio de Oliveira - livro O mundo que encontrei pag 25/26

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf