Translate

segunda-feira, 9 de março de 2015

Dr Lacerda e Apometria

Desde os primórdios da Apometria, no hospital Espirita de Porto Alegre o Dr Lacerda sempre trabalhou com as entidades da Umbanda. Se fizéssemos um filme da vida deste irmão, seria antológica a cena em que ele foi pressionado pela direção daquela instituição para que deixasse de cantar pontos de Umbanda e proibisse as manifestações de pretos velhos e caboclos, ou poderia se retirar do hospital . Dr Lacerda imediatamente se levantou, afirmando que continuaria trabalhando com os cânticos e com as entidades de Umbanda e que a partir daquele momento estavam, ele é todo o seu grupo da Casa do Jardim - assim chamada porque se situava nos jardins do hospital - se desligando.

Assim procedendo diante dos estarrecidos, austero se preocupados dirigentes espíritas, decididamente virou as costas e saiu da reunião. O Dr Lacerda e o seu grupo, antes de adquirirem a atual sede da Casa do Jardim, tiveram oportunidade de ser acolhidos por anos dentro de um centro de Umbanda, entre outras instituições.

Esta cultura "umbandistica" permanece viva na Entidade Espirita Assistencial Casa do Jardim - situada em Porto Alegre à rua Beck 129, onde praticamente todos os grupos cantam pontos de Umbanda e aceitam as manifestações  desta egrégora, seguindo o modelo original do criador da Apometria. Opera também ali o Grupo Xangô, adotando a técnica apométrica associada com o mediunismo umbandista, há mais de uma década, trabalhando arduamente com os pretos velhos, caboclos, crianças e exus.

Hospital Espirita de Porto Alegre - Dr José Lacerda de Azevedo.

     
Norberto Peixoto 
Extraído do livro Apometria hoje 

4 comentários:

  1. O assunto é sério e funciona, pena que a maioria dos médicos não tenha esse conhecimento e que o preconceito interfira num tratamento que traz resultados impressionantes, pois trata a origem dos problemas e não os sintomas.

    ResponderExcluir
  2. Excelente este método, pena que a medicina não o utilize como ferramenta para o tratamento das enfermidades, por isso muitas vezes os pacientes não se recuperam e terminam morrendo após passarem por varios tratamentos medicamentosos e até cirugicos que não tem efeito nenhum , pois não tratam a origem do problema somente se baseiam nos sintomas.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

imprimir pdf